Nossas

Notícias

Valadares cobra prioridade na solução da seca que atinge o Nordeste

O senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) destacou hoje, na tribuna, o problema da seca no Nordeste, sobretudo, nos municípios sergipanos. Ele cobrou prioridade à solução do problema que há anos atinge o povo nordestino. Há previsão de queda na produção de grãos em Sergipe por causa da estiagem. “Entra ano, sai ano, a história se repete. Resultado da inépcia de governantes descompromissados, que não dão a prioridade devida ao problema”, afirmou.

O senador lembrou que o governo Temer cortou do orçamento da União recursos de projeto de abastecimento de água, voltado à segurança hídrica da região. “Refiro-me à Medida Provisória 839, em tramitação no Congresso. Por meio dessa MP, o governo Temer retirou os últimos R$ 20 milhões reservados por emendas nossas à Codevasf para que se pudesse iniciar a construção do canal de Xingó”, disse.

Segundo Valadares, o Canal de Xingó poderia garantir a oferta de quase 300 quilômetros adicionais de água potável para cinco municípios sergipanos e dois baianos. “Só em Sergipe, não apenas mitigará a sede, mas promoverá o fortalecimento da pecuária leiteira, o desenvolvimento da agricultura irrigada, da agroindústria, da apicultura e da piscicultura. Ao retirar recursos dessa obra, o governo Temer comete um crime contra o nordestino, contra o sertanejo”, denunciou.

Ele lembrou da sua luta em prol do Nordeste e de suas necessidades. Em 2001, apresentou a PEC 27 de 2001 que institui o Fundo para a Revitalização e Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Rio São Francisco. Além disso, é também autor de projeto de lei, em tramitação na Comissão de Desenvolvimento Regional, que estabelece a revisão, a cada cinco anos, dos critérios de enquadramento dos municípios no semiárido.

 “Este ano, além de emendas destinadas a projetos de irrigação, estamos determinados a incluir o canal de Xingó entre as prioridades que devem constar das propostas orçamentárias da União daqui para diante”, acrescentou.

Valadares, também, destacou recursos destinados por meio de emendas individuais de sua autoria para a recuperação de sistemas de irrigação no Baixo do São Francisco, a construção de bombas para levar água e abastecer a produção de grãos, além de investimentos na Embrapa Petrolina para a diversificação da produção de uvas, peras e amoras.

Por Assessoria de Imprensa (Brasília-DF)
Foto: Rafael Nunes

Veja

Mais